Corujinha 01
Destaques

      Corujinha 02
Ajuda Humanitária.


      Corujinha 03
Animais.


      Corujinha 04
Artesanato de lixo reciclável.


      Corujinha 05
Casa.


      Corujinha 06
Ciência.


      Corujinha 07
Como Surgiu.


      Corujinha 08
Curiosidades.


      Corujinha 09
Drogas.


      Corujinha 10
Ecologia.


      Corujinha 11
Esportes.


      Corujinha 12
Filmes.


      Corujinha 13
Instrumentos Musicais.



      Corujinha 15
Mamães e Bebês.


      Corujinha 16
Maquiagem.


      Corujinha 17
Mitos e Verdades.


      Corujinha 18
Notícia no Mundo.


      Corujinha 19
Novo acordo Ortográfico.


      Corujinha 20
Paisagismo e Jardinagem.


      Corujinha 21
Pescaria e piscicultura.


      Corujinha 22
Politica.


      Corujinha 23
Primeiros Socorros.


      Corujinha 24
Receitas.


      Corujinha 25
Salve o Planeta e a Biodiversidade!


      Corujinha 26
Saúde.


      Corujinha 27
Sexualidade.


      Corujinha 28
Situações Diárias.


      Corujinha 29
Sociedade.


      Corujinha 30
Tecnologia.


      Corujinha 31
Turismo, Lugares, Viagens.


      Corujinha 32
Universo.


      Corujinha 33
Vida e diversidades.


Centrolenidae.

Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.

                                                            

A história da centrolenidae

A primeira descrição desta família foi realizada por Marcos Jiménez no ano de 1872 no nordeste do Equador. Ao longo dos anos que se seguiram foram efectuadas descrições de variadas espécies de rãs de vidro ao cuidado de diferentes herpetólogos. Entre as décadas de cinquenta e setenta a maioria das espécies de sapos ou rãs de vidro já eram bem conhecidas dos países da América Central essencialmente da Costa Rica e do Panamá. Mas, foi o herpetólogo conhecido pelo nome de Edward H. que fez a primeira descrição da família centrolenidae e em 1973 John Lynch e William Duellman, publicaram um novo estudo que referia que esta espécie se centralizava na Cordilheira dos Andes.

A sua aparência   

Os pequenos sapos de vidro que constituem esta família medem entre três a sete centímetros e meio. Os seus corpos possuem uma pele transparente e por isso os seus órgãos internos como o coração, o fígado, os intestinos e até os ovos, os ossos e os músculos podem ser visualizados sem necessidade de qualquer arfefato. Desta forma a possibilidade de uma aula de anatomia sem a necessidade de sacrificar o pequeno animal está garantida.

                                                    

Reprodução

Estes anfíbios são arborícolas e podem ser vistos ao longo dos rios, lagoas, poças temporárias, pântanos onde vivem e onde depositam seus ovos. A desova é feita na água em cima das folhas das pequenas plantas e arvores que por ali se encontram e que caem sobre a água. As rochas das margens dos rios podem servir igualmente de local de desova.
Os ovos destes anfíbios possuem uma casca dura o que lhes confere uma grande proteção no que diz respeito às substâncias químicas dos agrotóxicos ou de outros agentes igualmente poluidores que podem estar na água, como é o caso dos detergentes. Estes químicos podem matar os embriões ou provocar malformações provocando a sua morte assim que nascem. Quando se dá a eclosão, os girinos mergulham de imediato na água e aí terminam o seu desenvolvimento. Eles têm uma forma alongada e fina e as suas caudas permite-lhes ficarem enterrados no fundo dos rios enquanto se processa o seu desenvolvimento.

Por: Mais natureza.com
Ana paula e Equipe Manja de Tudo.

Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.


    
   © 2011 Manja de Tudo.     www.manjadetudo.com.br.     Contribua conosco enviando sua dica, pergunta ou sugestão aqui.