Corujinha 01
Destaques

      Corujinha 02
Ajuda Humanitária.


      Corujinha 03
Animais.


      Corujinha 04
Artesanato de lixo reciclável.


      Corujinha 05
Casa.


      Corujinha 06
Ciência.


      Corujinha 07
Como Surgiu.


      Corujinha 08
Curiosidades.


      Corujinha 09
Drogas.


      Corujinha 10
Ecologia.


      Corujinha 11
Esportes.


      Corujinha 12
Filmes.


      Corujinha 13
Instrumentos Musicais.



      Corujinha 15
Mamães e Bebês.


      Corujinha 16
Maquiagem.


      Corujinha 17
Mitos e Verdades.


      Corujinha 18
Notícia no Mundo.


      Corujinha 19
Novo acordo Ortográfico.


      Corujinha 20
Paisagismo e Jardinagem.


      Corujinha 21
Pescaria e piscicultura.


      Corujinha 22
Politica.


      Corujinha 23
Primeiros Socorros.


      Corujinha 24
Receitas.


      Corujinha 25
Salve o Planeta e a Biodiversidade!


      Corujinha 26
Saúde.


      Corujinha 27
Sexualidade.


      Corujinha 28
Situações Diárias.


      Corujinha 29
Sociedade.


      Corujinha 30
Tecnologia.


      Corujinha 31
Turismo, Lugares, Viagens.


      Corujinha 32
Universo.


      Corujinha 33
Vida e diversidades.


Casa Verde.

Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.

                                                       


Podemos construir uma casa com menor impacto ambiental seguindo as seguintes dicas:

1 - Optar pelo tijolo ecológico (solo-cimento), cano de propileno, madeira com certificado de origem, tintas ecológicas, materiais reciclados e recicláveis.

O tijolo "amigo do ambiente" não vai ao forno a lenha, secando ao sol. Uma medida que poupa a queima de árvores. Além disso, dispensa acabamento com massa corrida.

O propileno é um plástico mais leve, cuja fórmula leva menos petróleo.

O selo verde na madeira comercializada atesta que esta foi extraída segundo um processo que não degrada o solo ou o ambiente.

Tintas ecológicas são as formuladas com matérias-primas naturais, sem componentes sintéticos ou insumos derivados de petróleo, não excedendo 0,1% do volume total. 

Assim, devemos escolher sempre tintas e vernizes sem solventes ou que tenham o mínimo de COVs (compostos orgânicos voláteis). Produtos à base de água, na maior parte das vezes, não são considerados ecológicos, mas apenas produtos sintéticos solúveis em água, bem melhor do que à base de solvente. O cal, é uma das mais antigas pinturas conhecidas na humanidade: naturalmente fungicida, sem algicidas ou insumos tóxicos biocidas, permitindo a difusão do vapor d´água (ou ´respiração´) da parede.

Dar preferência às madeiras de reflorestamentos, madeiras plásticas, tubos de PVC, caixas de água, telhas recicladas, feitas de celulose de papel ou de tubos de pasta de dente, chapas etc. Optar por pisos de material reciclado, como, por exemplo, os feitos com compostos de concreto e borracha, cimento, processo que emprega uma considerável percentagem da escória resultante da fundição de minério.

Pisos para playgrounds feitos das sobras dos pneus velhos, tornando-se leves, macios, antichoques e impermeáveis.

Os materiais de demolição também incorporam o conceito de reciclagem à construção civil.

2 - Fazer uma integração da casa de forma discreta à paisagem, valorizando o verde da natureza e preservando a topografia natural do terreno.

A casa não deve ser o centro, mas um elemento a mais na paisagem. Providenciar um estudo do terreno - geomorfologia - para que se interfira o menos possível. A movimentação de terra durante uma construção causa impacto: a camada superior, que é fértil, é deslocada, enquanto os materiais de camadas inferiores são trazidos à tona. Sem falar na alteração do curso natural das chuvas e das águas. 

Verificar o tipo de fauna e flora, para não interferir na conectividade entre os seres e a vegetação. O verde da natureza remove gás carbônico do ar e reduz o efeito estufa.

3 - Utilizar sistema de energia solar para aquecer a água.

Método ecológico ideal para os países de clima tropical. A energia solar não agride a natureza, não polui, não faz barulho e é obtida dos raios do Sol, que são gratuitos. Considerada a melhor alternativa para evitar as inundações causadas pelas usinas hidrelétricas e a poluição provocada pelo petróleo. Seu investimento inicial é recuperado com o tempo, através da economia de energia paga.

4 - Utilizar o sistema de captação de água de chuva.

A água de chuva captada nos telhados não é potável devido às suas impurezas. Entretanto, essa água destilada é boa para vários usos: descarga de vasos sanitários; lavagem de carros e calçadas, irrigação de jardim, lavagem de roupas etc.

Recolher essa água que vem do céu e aproveitá-la é uma maneira de economizar água potável e uma garantia de seu abastecimento para o futuro. O custo de um sistema de captação é recuperado com a economia na conta de água. 

Utilizar torneiras do tipo aerado.

5 - Valorizar uma estação doméstica de tratamento de esgoto.

De uso mais restrito, tal estação permite reaproveitar a água para tarefas do dia-a-dia na limpeza da casa. 
Instalar uma caixa de água separada exclusivamente para as descargas dos vasos sanitários e limpeza geral. 

6 - Fazer uso de lâmpadas fluorescentes ou com LEDS. 

A lâmpada fluorescente consome muito menos energia do que a incandescente e tem vida infinitamente mais longa.
A lâmpada fabricada com tecnologia LED (sigla em inglês para diodo emissor de luz) é fonte de iluminação livre de mercúrio. Sua emissão acontece sem raios UV (ultravioletas) ou IV (infravermelhos).

7 - Planejar o uso de iluminação natural, através de janelas grandes, mansardas, seteiras, vitrais etc.

A ventilação e a iluminação feitas de modo natural são presentes da natureza. Paredes de vidro e dispositivos que refletem e rebatem a luz clareiam muito os ambientes. Assim se pode economizar no uso de lâmpadas, ventiladores e aparelhos de ar condicionado.

Caso seja necessário um ar-condicionado, adquirir o sistema que utiliza fluido refrigerante ecológico. Este elimina o CFC que agride a camada de ozônio. Dar preferência ao que é operado por um dispositivo ultra-sônico que monitora as temperaturas interna e externa, a direção e velocidade do vento e a abertura das janelas. 

8 - Evitar a pavimentação e o calçamento que não sejam estritamente necessários.

Na casa "verde" existe a preocupação de permitir a área de infiltração da água da chuva no terreno, mesmo em terrenos com alta ocupação. 
A elevação das casas evita a impermeabilidade e permite que a água da chuva seja reabsorvida pelo solo.

9-  Adquirir mobiliário ecológico fabricado com materiais de baixo impacto e com técnicas que reduzem o processamento.

Fibras naturais como vime e algodão e móveis de demolição devem ser valorizados.

Por: Mundo verde .com
Ana Paula e Equipe Manja de Tudo.
Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.


    
   © 2011 Manja de Tudo.     www.manjadetudo.com.br.     Contribua conosco enviando sua dica, pergunta ou sugestão aqui.