Corujinha 01
Destaques

      Corujinha 02
Ajuda Humanitária.


      Corujinha 03
Animais.


      Corujinha 04
Artesanato de lixo reciclável.


      Corujinha 05
Casa.


      Corujinha 06
Ciência.


      Corujinha 07
Como Surgiu.


      Corujinha 08
Curiosidades.


      Corujinha 09
Drogas.


      Corujinha 10
Ecologia.


      Corujinha 11
Esportes.


      Corujinha 12
Filmes.


      Corujinha 13
Instrumentos Musicais.



      Corujinha 15
Mamães e Bebês.


      Corujinha 16
Maquiagem.


      Corujinha 17
Mitos e Verdades.


      Corujinha 18
Notícia no Mundo.


      Corujinha 19
Novo acordo Ortográfico.


      Corujinha 20
Paisagismo e Jardinagem.


      Corujinha 21
Pescaria e piscicultura.


      Corujinha 22
Politica.


      Corujinha 23
Primeiros Socorros.


      Corujinha 24
Receitas.


      Corujinha 25
Salve o Planeta e a Biodiversidade!


      Corujinha 26
Saúde.


      Corujinha 27
Sexualidade.


      Corujinha 28
Situações Diárias.


      Corujinha 29
Sociedade.


      Corujinha 30
Tecnologia.


      Corujinha 31
Turismo, Lugares, Viagens.


      Corujinha 32
Universo.


      Corujinha 33
Vida e diversidades.


Mau hálito.

Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.

                                                                


Na grande maioria dos casos, é causado pela presença de bactérias na boca, como resultado de acúmulo de restos alimentares, placas dentárias ou doenças das gengivas.

Nem sempre a identificação do mau hálito é fácil, e outras pessoas normalmente percebem antes que a pessoa afetada note a alteração. Apesar disso, essas outras pessoas sentem embaraço e dificuldade em abordar o assunto com a pessoa afetada, de forma que o problema leva muito tempo pra ser notado.

Acredita-se que ate metade das pessoas apresentam mau hálito em algum momento de suas vidas, porém é difícil saber com certeza o quão comum é esse problema. O mau hálito ocorre frequentemente após a ingestão de alimentos de sabor forte, como alho e cebola. O tabagismo e o etilismo também podem levar a um odor desagradável. Ao contrário, a manutenção de boa higiene oral pode prevenir esse problema.

Causas

Na maioria dos casos (85-90%), o mau hálito tem origem na boca. As principais causas são:

Alimentação: como já comentamos, a ingestão de alimentos de sabor e odor forte pode levar a mau hálito, incluindo o alho e a cebola, entre outros. No caso desses alimentos, o mau hálito é causado pela eliminação de substâncias do metabolismo dos mesmos pelo ar que sai dos pulmões. Outra causa relacionada à alimentação refere-se ao acúmulo de restos alimentares entre os dentes, que são degradados pelas bactérias locais, levando à produção de gases com odor fétido.

Doenças dentárias: a má higiene oral e as doenças periodontais podem ser origem do mau hálito. Se você não escova os dentes e não usa o fio dental diariamente, as partículas de alimentos permanecem na sua boca e serão degradadas pelas bactérias, levando à produção de gases fétidos. Além disso, ocorre formação de placa bacteriana nos dentes que evolui para a inflamação da gengiva, podendo levar à perda do dente.

Boca seca: a saliva ajuda a hidratar e higienizar a boca. Quando há pouca produção de saliva, ocorre acúmulo de células mortas em todas as partes da boca, que podem sofrer decomposição e mau cheiro. Durante o sono, a boca permanece mais seca, e essa é a causa do mau hálito pela manhã, ao acordar. Devemos lembrar que o tabagismo contribui para a redução da produção de saliva.

Doenças da boca, nariz e garganta: em alguns casos de sinusite, pode ocorrer mau hálito devido ao gotejamento de secreções do nariz no fundo da garganta, levando a mau cheiro. No caso de crianças, a presença de mau hálito pode também indicar a presença de corpo estranho nas narinas. Infecções de garganta também podem causar mau hálito até que sejam tratadas.

Tabagismo: além da boca seca, os indivíduos que fumam apresentam maior risco de doenças da gengiva.

Dietas extremas: os indivíduos que fazem dietas extremas com longos períodos em jejum também apresentam mau hálito devido a alterações do metabolismo corporal.

Mau Hálito e Estômago

O conceito popular de que o mau hálito pode se originar no estômago é errado. No tubo digestivo, existem estruturas chamadas de esfíncteres (válvulas que se fecham após a passagem dos alimentos), que impedem a passagem dos odores gástricos para a boca. Assim, é pouco provável que o mau hálito se origine nesse órgão. Além disso, como já comentamos, o mau hálito devido à ingestão de alimentos como alho e cebola não é proveniente do estômago e sim da eliminação de gases de odor fétido pelos pulmões no ar expirado.

Existem duas situações nas quais o mau cheiro pode ser proveniente do estômago, que são:

1-na ocorrência de arrotos (eructações); 

2-na doença por refluxo gastresofágico, na qual a válvula entre o estômago e o esôfago apresenta funcionamento inadequado e permite a passagem do conteúdo do estômago de volta ao esôfago.

Diagnóstico

A identificação do mau hálito é simples, sendo baseada no relato do paciente ou de seu acompanhante. O mais importante na avaliação pelo dentista e/ou médico é a tentativa de se identificar a causa do mesmo e se descartar qualquer doença oral ou sistêmica que possa ser responsável pelo quadro. Deve-se realizar exame completo da boca, incluindo toda a mucosa oral, os dentes, a gengiva, a língua, a garganta e, em alguns casos, o nariz.

Tratamento

Se for determinado que não exista qualquer doença da boca, e que o mau cheiro não é de origem oral, o tratamento é direcionado para a causa sistêmica em questão, sendo o paciente encaminhado ao médico. Porém, na maioria dos casos a origem é na boca, sendo que o dentista pode indicar o melhor tratamento em cada caso. Nos casos de doença das gengivas, é importante a avaliação por profissional especializado, para remoção das placas bacterianas.

No tratamento e prevenção do mau hálito, a manutenção de boa higiene oral é fundamental, sendo recomendado:

- Alimente-se em intervalos menores, de no máximo três horas, pois o jejum prolongado pode piorar o mau hálito;

- Evite consumir alimentos muito temperados, pois eles contribuem para a boca seca;

- Evite alimentos de sabor/odor forte, como alho, cebola, picles, bem como frituras e estimulantes (café, refrigerantes tipo "cola");

- Evite consumir álcool em excesso, bem como o tabagismo;

- Consumir quantidade adequada de líquidos (pelo menos 2L por dia);

- Escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia, com escova de cerdas macias;

- Usar o fio dental pelo menos uma vez ao dia;

- Fazer uso do limpador de língua diariamente;

- Bochechos com soluções de limpeza ou enxagüantes bucais (de preferência à noite, antes de dormir);

- Visitar seu dentista regularmente, pelo menos a cada seis meses.


                                                                 

Por: Uol Boa Saúde.

Ana Paula e Equipe Manja de Tudo.


Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.


    
   © 2011 Manja de Tudo.     www.manjadetudo.com.br.     Contribua conosco enviando sua dica, pergunta ou sugestão aqui.