Corujinha 01
Destaques

      Corujinha 02
Ajuda Humanitária.


      Corujinha 03
Animais.


      Corujinha 04
Artesanato de lixo reciclável.


      Corujinha 05
Casa.


      Corujinha 06
Ciência.


      Corujinha 07
Como Surgiu.


      Corujinha 08
Curiosidades.


      Corujinha 09
Drogas.


      Corujinha 10
Ecologia.


      Corujinha 11
Esportes.


      Corujinha 12
Filmes.


      Corujinha 13
Instrumentos Musicais.



      Corujinha 15
Mamães e Bebês.


      Corujinha 16
Maquiagem.


      Corujinha 17
Mitos e Verdades.


      Corujinha 18
Notícia no Mundo.


      Corujinha 19
Novo acordo Ortográfico.


      Corujinha 20
Paisagismo e Jardinagem.


      Corujinha 21
Pescaria e piscicultura.


      Corujinha 22
Politica.


      Corujinha 23
Primeiros Socorros.


      Corujinha 24
Receitas.


      Corujinha 25
Salve o Planeta e a Biodiversidade!


      Corujinha 26
Saúde.


      Corujinha 27
Sexualidade.


      Corujinha 28
Situações Diárias.


      Corujinha 29
Sociedade.


      Corujinha 30
Tecnologia.


      Corujinha 31
Turismo, Lugares, Viagens.


      Corujinha 32
Universo.


      Corujinha 33
Vida e diversidades.


São Caetano.

Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.

                                                      


História.

Um grupo de pessoas ligadas ao esporte de São Caetano do Sul, liderado pela família Tortorello, resolve reerguer o futebol na cidade, que já havia passado por boas fases com o São Caetano Esporte Clube (anos 30), a Associação Atlética São Bento (anos 50) e o Saad Esporte Clube (anos 70), todos ex-integrantes da elite do futebol paulista. Primeiro, o grupo utilizou o nome da Sociedade Esportiva Recreativa União Jabaquara, clube de São Caetano que atendia à principal exigência da FPF (Federação Paulista de Futebol): ter disputado campeonatos nos últimos três anos. Uma vez filiado, o nome mudou para Associação Desportiva São Caetano.

As cores azul e branco foram adotadas devido à bandeira da cidade. O escudo do São Caetano foi desenhado por Waldemar Zambrana. O time entrou em campo pela primeira vez em jogos oficiais no dia 18 de março de 1990, pela Terceira Divisão do Campeonato Paulista, empatando com o Comercial de Registro em 1 a 1. O atacante Taloni foi o autor do primeiro gol oficial da história do São Caetano.[2]

O São Caetano era apenas mais uma equipe pequena no Brasil até participar da Copa João Havelange em 2000. Entrou no torneio no Módulo Amarelo, equivalente à segunda divisão nacional. Um ano antes, em 1999, disputou a Campeonato Brasileiro de Futebol - Série B, liderou com folga a primeira fase do campeonato mas caiu diante do Santa Cruz.

Na Copa João Havelange, o time conseguiu o Vice-Campeonato do Módulo Amarelo, perdendo para o Paraná. A conquista deu ao clube acesso ao mata-mata decisivo da competição, e a chance de encarar os "grandes" do futebol brasileiro. O primeiro adversário foi o Fluminense. Após empatar por 3 a 3 o jogo de ida, no Parque Antártica, o clube foi ao Rio de Janeiro e eliminou o tricolor carioca, com uma vitória por 1 a 0, gol do atacante Adhemar, em pleno Maracanã lotado, com mais de 70.000 torcedores. Posteriormente, o clube perderia o título brasileiro para o Vasco, em jogo confuso, no Estádio de São Januário depois de eliminar grandes equipes, como Palmeiras e Grêmio.

Nascia ali a carreira do São Caetano como um clube "de chegada", referendada com o 2º lugar no Campeonato Brasileiro de 2001. Em 2002 foi vice campeão da Libertadores, perdendo para o Olímpia, do Paraguai.

Em 2004, o clube conquistou seu primeiro título de primeira divisão, o Campeonato Paulista, sob o comando de Muricy Ramalho. Outro destaque em 2004 foi a participação do São Caetano na Copa Libertadores. O time foi segundo colocado em seu grupo, passou pela repescagem e pelas oitavas-de-final até ser eliminado nas quartas-de-final pelo Boca Juniors na Argentina, após uma emocionante disputa de pênaltis.

Ainda em 2004, o São Caetano sofreu o maior golpe de sua história. Em um jogo contra o São Paulo, em 26 de outubro, o zagueiro Serginho faleceu em campo, em decorrência de uma parada cardíaca. O clube foi punido com a perda de 24 pontos na classificação terminando assim na 18º colocação.

Em 2005, o time não repetiu as campanhas brilhantes do passado, ficando em 5º lugar no Paulistão, sendo eliminado pelo Treze na Copa do Brasil e ficando no 18º lugar no Brasileirão, escapando do rebaixamento na última rodada, fato que ocorreria em 2006 com a queda do clube para a Série B 2007.

Em 2007, com o comando de Dorival Junior, o São Caetano estava dando a volta por cima, pois chegou a final do Campeonato Paulista, depois de eliminar nas semifinais o São Paulo, então o campeão brasileiro, em uma partida impecável em pleno Morumbi. Na final, no primeiro jogo, contra o Santos, no dia 29 de abril, o São Caetano ganhou por 2 a 0, podendo perder o segundo jogo por 1 gol de diferença ou empatar para ganhar o título.

Equipe do São Caetano enfrentando a Ponte Preta, em 2011

Mas jogo de volta, o Santos conseguiu igualar o placar, fazendo um resultado de 2 a 0, o que fez o time do litoral conquistar o Campeonato Paulista em função do regulamento. Após as constantes trocas de técnicos sendo o último Amauri Knevitz na Série B, o São Caetano não conseguiu repetir o mesmo desempenho e ficou em 10º lugar.

Em 2008, com o comando do técnico Pintado, o São Caetano faz a sua melhor campanha na Copa do Brasil, passando pela primeira vez da 2ª fase, chegando às quartas de final até ser eliminado pelo Corinthians, que seria vice-campeão do torneio.

Em 2010, com o comando de Roberto Fonseca, após uma campanha mediana no Paulistão 2010, ficando na 8º colocação, o São Caetano consegue a classificação para o Campeonato Paulista do Interior, aonde derrotou o Oeste na semifinal por 3 a 1 em casa. Na final, derrotou o Botafogo-SP por 1 a 0 em casa, podendo empatar o 2º jogo para levar o título inédito, mas o Botafogo-SP acabou igualando o placar do primeiro jogo, e por causa de sua melhor colocação no campeonato, o São Caetano acabou sendo vice-campeão do interior.

No dia 2 de Abril de 2011, o atacante Eduardo entra para a história do clube, marcando 5 gols em um só jogo, na goleada de 6 a 1 sobre o São Bernardo, no primeiro clássico regional entre os dois clubes.

Títulos

Estaduais

Campeonato Paulista: 1

(2004);

Campeonato Paulista - Série A2: 1

(2000);

Campeonato Paulista - Série A3: 2

(1991 e 1998)

Destaque

Vice-campeão da Copa Libertadores da América: 2002.

Vice-campeão do Campeonato Brasileiro: 2000 e 2001.

Vice-campeão do Campeonato Brasileiro (Série B): 2000 (Copa João Havelange: Módulo Amarelo)

Vice-campeão do Campeonato Brasileiro (Série C): 1998.

Vice-campeão do Campeonato Paulista: 2007.

Vice-campeão do Campeonato Paulista do Interior: 2010.

Equipes Campeãs

Campeonato Paulista

2004: Silvio Luiz; Ânderson Lima, Dininho, Serginho e Triguinho; Marcelo Mattos, Mineiro, Gilberto e Marcinho (Lúcio Flávio); Euller (Warley) e Fabrício Carvalho (Fábio Santos). Técnico: Muricy Ramalho

Campeonato Paulista Série A2

2000: Silvio Luiz; Japinha, Daniel, Dininho e César; Magrão, Claudecir, Leto e Esquerdinha; Zinho e Túlio Maravilha. Técnico: Jair Picerni

Campeonato Paulista Série A3

1991: Serginho; Cacá, Daniel Bebedouro, Luís Pereira e Wladimir; Tião Rocha, Livio e Paulinho Kobayashi; Osmir, Agnaldo e Serginho Chulapa. Técnico: Deodoro

Curiosidades

O primeiro gol do São Caetano foi marcado pelo atacante Taloni no dia 18 de março de 1990, na cidade de Registro diante do Comercial. O resultado final do jogo foi um empate em 1 a 1.

O maior artilheiro da história do São Caetano é Adhemar, com 68 gols marcados.

O gol mais rápido da história do São Caetano foi marcado pelo volante Magrão, aos 17 segundos do primeiro tempo, no dia 11 de fevereiro de 2001, diante do Mogi Mirim, pelo Paulistão 2001.

Equipe do São Caetano enfrentando o Barueri, em 2011

Os atletas que mais fizeram gols numa mesma partida pelo São Caetano foram: Adhemar, Aílton e Taloni com 4 gols, e Eduardo com 5 gols.

O jogador com maior numero de jogos vestindo a camisa do São Caetano, é o goleiro Luiz, com mais de 250 jogos.

Era para haver o desenho de uma bola de futebol no escudo do São Caetano, porém, a diretoria estava correndo contra o tempo para registrar o clube na Federação Paulista de Futebol em 1990, então o escudo acabou sendo entregue como é atualmente.

Torcidas organizadas

Comando Azul.

Gladiadores.

Bengala Azul.

Jovem Azulão 13.

                                                                  

Por: Site Oficial São Caetano.

Ana Paula e Equipe Manja de Tudo.

Orçamentos de Laguinhos www.laguinhos.com.br
Monte em instantes o orçamento para seu laguinho.


Filtros Biológicos www.fontesechafarizes.com.br
Veja on-line que custa muito pouco acabar com as algas.


Anti-algas e Anti-Cloro www.filtrouv.com.br
O fim das algas em seu lago.


    
   © 2011 Manja de Tudo.     www.manjadetudo.com.br.     Contribua conosco enviando sua dica, pergunta ou sugestão aqui.